Lavagem Intestinal

Você sabia que quando ingere alimentos processados, que perderam quase todos os seus nutrientes e fibras naturais, o corpo não tem escolha a não ser deixar parte desses alimentos não digeridos? Esses alimentos tendem a formar fezes secas, duras ou grudentas que passam com dificuldade pelo trato intestinal. Os músculos do cólon lutam ferozmente para poder deixar passar essas fezes que já não possuem mais fibras. Porém, a constipação não é o único problema. Existe muito mais por trás disso. Após as fezes grudentas terem aderido às paredes do cólon, elas passam por mudanças bioquímicas e se tornam putrefatas, um verdadeiro viveiro de parasitas e patógenos, assim como um armazém de produtos químicos tóxicos. Esses produtos químicos podem contaminar o sangue e a linfa, e, assim, envenenar cada vez mais o corpo. Também formam uma barreira que evita que o cólon interaja com a massa fecal e absorva a água e certos nutrientes.

Algumas dessas toxinas entram na corrente sanguínea, que as leva direto para o fígado. A constante exposição das células do fígado a essas toxinas prejudica seu desempenho e reduz a secreção da bílis.

A seguir, alguns sintomas que podem surgir em virtude do mau desempenho do cólon: Dor na parte inferior das costas, dor no pescoço e nos ombros, dor na parte inferior e superior dos braços, desorientação (dificuldade de concentração), fadiga ou lentidão, maior risco de contrair gripes e resfriados, constipação ou diarréia (colocar acento), flatulência/gases ou inchaço, doença de Crohn, colite ulcerosa, pólipos, colite/síndrome do intestino irritável (SII), diverticulite/diverticulose, síndrome do intestino com vazamento e dor na parte inferior do estômago.

Manter o cólon limpo é uma forma eficaz de prevenir e proteger todo o organismo contra as toxinas geradas no intestino grosso. Estima-se que 80% de todos os resíduos dos tecidos imunológicos sejam encontrados nos intestinos. Portanto, limpar o cólon de dejetos tóxicos imunossupressores faz toda a diferença na manutenção de uma boa saúde e no tratamento de doenças autoimunes.

Um enema de água é a maneira mais antiga de se realizar uma limpeza eficaz do cólon. Ele tem efeito imediato em quase todas as partes do corpo, aliviando constipação, distensão, febre crônica, resfriado comum, dores de cabeça, distúrbios sexuais, pedras nos rins, dor na região do coração, vômito, dor na parte inferior das costas, rigidez e dor no pescoço e nos ombros, distúrbios nervosos, hiperacidez e cansaço. O enema rapidamente melhora a circulação do sangue ao intestino grosso e ao trato gastrointestinal. Ao retirar os dejetos do cólon, ele ajuda no aumento da secreção dos sucos/enzimas digestivas e na digestão.

Usando o enema na Limpeza do Fígado:

Muitas pessoas nos perguntam se há a necessidade de fazer uma hidrocolonterapia para obter bons resultados na Limpeza do Fígado e da vesícula. Andreas Moritz explica, em seu livro, que o uso do enema é um substituto eficaz e acessível para esse procedimento, que costuma ser muito caro.

Conheça a Bolsa para Enemas e faça a Lavagem Intestinal no conforto de sua casa: https://www.perlas-prill.com.br/produto/irrigador-bolsa-para-enemas

Produto:

X
ADICIONADO AO CARRINHO